29 de jun de 2009

INTERSECÇÃO
Sou ponto de intersecção entre sonho e realidade (quando o delírio toma conta... onde o caos predomina... onde a imperfeição se revela ...)
“Do not write more for me “ eu lhe pedi...
Ignora meu pedido, me machuca com suas meias verdades!
Te conheço, sei quem és...
Me cansa pensar nesse filme, repetido, longo e hoje sem emoção.
Foi filme de ação, sucesso de bilheteria.
Sem lealdade és hoje, água-com-açucar; monotonia.
E foi “the end” pra nós todos, sem parte dois ou três.
“Do not write more for me”
Eu lhe peço...

Nenhum comentário:

Postar um comentário